7 de jul de 2008

Aqueles olhos

Ah, que olhos são esses,
que me fitam com tanta alegria.
ah, que graça vem destes,
que me enchem de nostalgia.

Esse seu jeito que me contagia.
sua forma de viver.
Já não sei se é só empatia,
ou encanto e prazer.

Ah, que doce sua companhia,
as horas passam sem se ver.
Seu toque é como magia,
que sempre me faz esquecer.

Quero estar contigo noite e dia,
sem preocupações do que fazer.
Deixe-me ser seu vigia
quando não mais sozinha, adormecer.

Ritielle Souza

Um comentário:

Ritielle disse...

Olá meninas!
mais uma vez, obrigado pelo pretígio!

bjos e parabéns pelo blog.