15 de jul de 2008

Fuja
Preciso tanto de seu colo macio.
Em tão pouco tempo me acostumei.
Meu coração não está mais vazio,
se você der atenção ao que falei.
Sua forma de fugir,

se esconder ,que me fascina e me faz morrer.
liberte-se de sua própria alma
me de sua mão e venha com calma.
Quero sua felicidade construir,

mesclar sua vida a minha.
Quero em suas palavras me iludir.
Sentir o calafrio que sobe minha espinha.
Como faço para lhe convencer

que ao meu lado é seu lugar?
Como vou conseguir viver,
quando você decidir me abandonar.

Ritielle Souza

Nenhum comentário: